Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Cotidiano

Seguiam-se os dias
Corriqueiros, apressados, fugazes
Passos e passadas
E ali era só mais um no Brasil da Central.
Enquanto passavam, os pedestres a correr
Andar e caminhar não existe nessa loucura de vida
Apreciar? O quê?
E ali era só mais um nos pilares do viaduto do profeta Gentileza.
Desce ônibus, sobe carro
Passam nas escadas rolantes do metrô, céu azul
Calor
O que é amor?
"Uma ajudinha, senhora"
E oferece a bala.
Pede ajuda, mas para quê? Seria só ajuda financeira?
Calor...
Será que já sentiu?
18:00 horas e a vida acontece
Para todos
Para quem passa e não repara
Por que reparar?
São só "pivetes"
E mais
Dois
Três
Milhares entre milhares no Brasil da Central.