Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Ao Nada?

Acho que esqueci alguns bilhetes na sua casa. Mas do que isso adianta? Você não os lê mesmo e nunca teve tanta paciência para os meus blá-blá-blás. Mas, mesmo assim, eu gostava de escrever pra você. Cartas, bilhetes, textos, frases e tudo que pudesse fazer algum sentido perto daquela bagunça toda que nos tornamos. Queimar bilhetes e cartas não é legal, então guarde-os. Rasgar as fotos não parece correto, então memorize-as. Tentar apagar as lembranças não parece nada fácil, então deixa o tempo correr. Nada foi fácil e não fizemos questão de torná-las fáceis. Facilitamos sim, algumas coisas, outras simplesmente deixamos para lá. Não existe certo ou errado. O melhor que se tem a fazer é seguir mesmo. No meio daquela minha playlist confusa, algumas músicas me lembram você e todas as palavras pronunciadas. Não procurei meios de ignorar sua presença na minha vida. Acho que o melhor jeito de me acostumar com você foi mantendo você o mais perto possível, para que, assim, eu pudesse entender o …