Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Houve

Houve aquele momento em que eu não sabia mais o que falar.
Houve aquele momento em que eu não sabia mais o que pensar.
Todas as palavras com tom de sinceridade se esvaíram com o tempo, como o vento que o sopra o teu rosto nessa tarde quente. Passageiro e leve.
Agora o que toma conta de nós são meias palavras e frases intercaladas. Ficou uma coisa meio subjetiva.
Houve um momento em que eu não sabia mais como agir.
Houve, então, o momento de partir.
Sem deixar qualquer tipo de coisa ruim, resolvi afastar algumas coisas que poderiam perturbar lá na frente. Recolhi o que restara e decidi seguir em frente.
O que me restou foi uma doce lembrança. Pensar em você com o maior carinho do mundo e lembrar algumas coisas, as mais bonitas possíveis.
Não dá pra fugir, simplesmente.
Muito menos não encarar.
O que sobrara, então, fora um carinho mútuo e uma breve lembrança de um passado presente de um futuro, quiçá, nós.