Pular para o conteúdo principal

Fora de Mim

Tão gostoso o prazer da tua companhia que fica quase impossível descrevê-la em palavras.
As atitudes sempre foram minhas preferidas e continuam sendo. E são suas atitudes que fazem sua companhia indispensável.
Um riso e nossas mãos entrelaçadas. Enquanto, seus outros cinco dedos percorrem meus cabelos e logo acariciam meu rosto. E que carinho!
Aquele ao qual faço questão de me render, aquele que me pegou e me faz feliz.
Um beijo e suas mãos acariciam minhas costas agora. Enquanto o Cazuza cantava "Todo Amor Que Hover Nesta Vida", seu beijo me levava a uma outra dimensão que jamais poderá ser definida.
Me tenha, me aqueça. Faz frio. Me abrace, me beije. Quero te sentir.
Um bem amado, um bem amigo.
Um bem totalmente sem dimensão.
Enquanto eu estiver rendida nos teus braços não muito fortes, eu estarei protegida e aquecida com o bem do teu amor.
Isso é totalmente incomparável a qualquer coisa desse Mundo.
Obrigada por me abduzir.
Te amo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

depois

Das coisas que não devem ficar para depois:
silêncios;
abraços;
palavras;
soluços;
sorrisos;
amor,
amor,
amor.

Eternidade é momento.

Rubi

Se preparava para sair. Era mais uma noite. Mais uma de tantas, mais uma de muitas. Gal Costa em um volume agradável, dizia: “Sou dessas mulheres que só dizem sim”. E talvez ela fosse dessas mulheres que só dizem sim. Um preparo, uma taça de vinho, aquela noite era dela. Apesar de ser uma pessoa diurna, sentia que algumas noites reservavam coisas especiais destinadas para ela. E ela seguia... Ritual de sempre: cabelo, roupa, maquiagem. E o velho companheiro lá, espreitando tudo e esperando para o gran finale. Sabia que sua hora chegaria, sabia que sua hora preciosa de estar naquelas mãos pequenas chegaria e ele aguardava suavemente. Joga o cabelo para cá, amassa de lá. Volume importa! Roupa 1, não Roupa 2, nem pensar Roupa 3, ok. Talvez. Não sabe. Deixa em aberto essa questão. Parte para a maquiagem. Processo chato, processo demorado. Gostava da própria pele, gostava do jeito que a sua pele tinha histórias para contar. Cada sorriso, cada olhar de surpresa, de susto, de alegria, cada ‘cada’ de se…