Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2010

Ovelha Negra

Encontrar-se ou perder-se?
Eis a questão.
Imagina se ligássemos pra tudo que todos pensassem? Se ligássemos pra todos os olhares tortos que recebemos ao longo de nossa vida?
Vida, louca vida.
O que seria "imagem"?
Ela vale mais a pena do que um caráter digno de ser sustentado e aclamado?
Para muitas pessoas, sim!
E quanto a mim?
Encontro me encontrando ou estou perdida procurando me encontrar.
Confuso, né.
Eu sei.
Vida, confusa vida.
Me leve!
Aonde?
Além de tudo e todos esses olhares tortos e opiniões falhas sobre vidas alheias.
H-I-P-O-C-R-I-S-I-A.
Nada além.

Dever Cumprido

Foram 4 anos. Como defini-los?
Histórias, risos, brincadeiras, amizades, "panelinhas", companheirismo e, acima de tudo, superações.
Como adolescentes suportam rotina? Não sei como explicar.
Foi um treino, um treino para a vida que nos espera lá fora. Podemos dizer que amadurecemos com a convivência e aprendemos a suportar, acima de tudo, todas as diferenças existentes nessa rotina pesada de 4 anos.
Foi mais que uma luta, foi uma vitória. Vitória escrita com um "V" bem maiúsculo, bem grande e sonoro, que nos enche o peito de orgulho e nos faz dizer que somos vitoriosos por cada obstáculo vencido e por cada degrau subido.
Foi mais uma honra, foi um prazer. Prazer de ter a companhia de pessoas que aprenderam juntas o verdadeiro valor do caráter, da aceitação e da superação. De princípio, éramos todos estranhos, mas com o tempo e com a convivência, aprendemos a suportar todos os defeitos e a nos agradar com cada qualidade típica de qualquer ser humano.
Hoje nossos peitos car…

Recomeço

Infernal. Assim o carioca descreveria os dias que passaram. Guerra, terror, incertezas e medo fizeram parte do cotidiano de uma população que vivia assombrada pelo poder paralelo, por bandidos que dominavam áreas do governo.
Libertação. Palavra sufocada no peito e na garganta dos milhares moradores do Complexo do Alemão e da Penha. Não dava pra ver o sol nascer, e as crianças, que acreditavam ver estrelas cadentes a noite, deparavam-se com rajadas de fuzis cortando o céu de um local tomado pela insegurança do novo dia.
Vida. O que é ter vida?
Subordinação. O que é ser livre?
Liberdade. Será que podemos confiar?
Entregamos agora nas mãos daquele que abençoa a Cidade Maravilhosa e observa todos os cantos desse Rio de Janeiro imenso.

Desconhecimento

Alguém conhece o verdadeiro significado de Justiça? Alguém sabe onde andam as cláusulas dos Direitos Humanos? Alguém as viu? Desrespeito, Indignação, Injustiça, Desigualdade. O que é Ser Humano? O que é ter coração? (Des)Conheço nesses dias. O que é ter Paz? (Silêncio) ...

Amor e Sexo? Amor é Sexo? Sexo sem Amor?

Sempre houve um Tabu imenso ao falarmos sobre sexo, amor, luxúria, tesão e todas as coisas que englobam esses termos.
Hoje em dia, sexo e amor não passam de ferramenta de prazer que se satisfaz em apenas 30 minutos. Os sentimentos quanto a isso ficaram de lado ou ficaram pra na hora do orgasmo.
Certa vez ouvi uma amiga dizer que fazer amor é apenas uma forma "românticazinha" que os apaixonados encontraram de falar que fazem sexo com o parceiro. Bem, minha opinião é totalmente diferente quanto a isso.
Amor sempre foi o auge de todas as relações, o sentimento mais forte e (des)humano que alguém pode sentir em relação ao próximo. E uma das formas de demonstrar que se ama realmente outrem, era se entregando, fazendo amor com aquela pessoa. Hoje em dia, amor é um verbo conjugado por qualquer pessoa, seja ela primeira, segunda e principalmente, terceira que nada mais tem a ver com os princípios passados. É fato raro que encontre-se pessoas que exaltem a figura do romantismo, do amado…

Solução?

Sempre dizer que a morte não é tão ruim. É um tipo de sono profundo, uma folga que você tira desse mundo insano e dessas loucuras rotineiras de nossas vidas.
Um tipo de descanso. De olhos fechados e coração lavado, você se entrega nessa viagem dolorosa e satisfatória, que não deseja voltar. E não volta.
A Morte não é o fim, é o recomeço.
A Morte não é o problema, é a solução. Pra tudo!
A Morte não é difícil, é fácil.
Ter de conviver com a falta que é difícil, que é o problema, que é o fim. Mas, sempre tem o recomeço, a solução e a dificuldade de fazer tudo isso, sem você. O que torna o grau de dificuldade ainda maior.
O que seria a saudade? Não consigo achar palavras para descrevê-la, não consigo achar modos de satisfazê-la.
Agarro-me com muitas lembranças, risadas e as lágrimas aparecem no meu rosto.
O que fazer agora?
Continuar, lembrar, seguir...

Oxente! Desde quando você é melhor que eu?

Bem, vou deixar a terceira pessoa de lado e vou ser mais objetiva, franca e árdua no que vou dizer agora.
Algo essa semana me deixou irritadíssima. Uma menina de São Paulo disse que "Nordestino não é gente" e que "Isso é o que acontece quando se dar direito de voto a Nordestino", e que ela iria trabalhar para que fosse tirado todo mês de seu salário 100 reais para as pessoas burras, vagabundas e que precisam desse miséro dinheiro pra sobreviver. E tudo isso se referindo à maioria de votos que a candidata Dilma Rousseff, do PT, recebeu na Região Nordeste.
Nordestino é menos gente que ela só porquê mora em um lugar que é quente e tem índices de seca? Só porquê a má distribuição de renda, e a política corrupta (que existe no Brasil inteiro) afeta de um modo descarado esta região? Foi algo triste e que doeu bastante.
O que mais me espanta é uma pessoa que cursa Direito, conhece todas as leis e todas as formas de preconceitos e posta uma coisa dessas em uma página na inter…

(Não) Procura-se Respostas

Se pudesse resumir sua vida em uma palavra, diria sempre "FRÁGIL". E não saberia ou não teria como explicar, nunca foi muito de buscar explicações mesmo.
Gostava muito de se aventurar, mergulhar no desconhecido. Uma proeza. Aventureira e cheia de vida, entrava de cabeça e não importava se era raso ou fundo, se poderia ou não se machucar, sempre dizia pra si mesma que essa vida é feita para se aprender e se viver. Ah, e como a vivia.
Não podia reclamar de vivências, pois ela era muito viva. E isso estava escrito nas linhas e expressões de seu rosto. E como foram escritas essas linhas? Choro? Risos? Vai saber.
Não era muito de explicações, mas sim de ações. Conhecida como incógnita, por onde passava deixava dúvidas e lembranças, e deixava também saudades. Dizia sentir saudades também, mas preferia seguir em frente, pensavar ser melhor. Não gostava de viver de ilusões. A vida era um tanto grande demais para ocupar espaços com coisas tão pequenas e sem retorno. Tinha um pensamento…

Meros Devaneios Tolos

É difícil dormir à noite quando não se tem vontade, principalmente quando devaneios mil inundam sua cabeça e afogam-se em seu ser.
Por quê? Pra quê? Com que?
Questões e mais questões. Respostas? Nenhumas.
Não consigo encontrá-las, mas se você as virem, as diga que eu estou à procura delas.
E diga também que elas parem de pertubar o meu sono, oras!

Uma tal conexão

Sempre quis ter uma conexão especial com o mundo. E uma conexão meio que discreta, meio disfarçada. Queria criar um segredo entre eu e terceiros, fora de um mundo completamente do meu.
Formas e forças de expressão todos têm. Alguns são bons no canto, outros na dança e outros optam por escrever. Creio que escrever é mais que uma arte, é um dom. É uma forma e uma força de expressão paradoxa. Complicada e simples, ao mesmo tempo.
Não era boa por meio das palavras e acabei me descobrindo na escrita. Sou feliz por isso.
Escrever, demonstrar por meio de uma terceira pessoa, deixar subentendido.
Ah, é instigante, é diferente. E instiga por ser diferente.
Clarice Lispector sempre dizia em seus textos que escrevia pra se descobrir, pra salvar sua vida, que queria uma liberdade que fugia das coisas já vistas, e ela encontrou na escrita. E incentivou muitas outras pessoas a encontrarem.
Queria criar um segredo diferente, queria criar laços mesmo sem ter conhecido, queria criar semelhanças com outras …

Preciso de...

Preciso andar, berrar, correr, doer, enlouquecer, fazer, gargalhar, harmonizar, implicar, jogar, lambuzar, machucar, nadar, obrigar, parar, querer, renascer, salvar, ter, unificar, ver...
Preciso de tantas coisas.
Coisas pequenas, coisas imensas.
E dentre elas, existe você.
Tornando essa sede de necessidade imensa, maior que todas as minhas vontades.
Encontro-me, neste momento, em completo estado de abstinência.
Volte, rápido.
Venha e me faça andar, berrar, correr, doer, enlouquecer...

Um Certo Sentimento

Olhava e tentava entender o porquê da sua ânsia enorme de agrado para com os outros. E em muitas vezes, ela esquecia de agradar a si mesma.
Sempre tão rodeada de pessoas, que muitas vezes não valiam a pena, ela se sentia feliz ou sentia que aquele buraco em sua alma estava fechado.
Porém, um dia ela acordou e decidiu selecionar. Selecionou a dedo, selecionou aquelas pessoas que eram coerentes com o seu modo de vida, de visão, de gosto. Ela gostava de tê-las por perto. Se sentia muito bem. E depois dessa seleção não ficou mais 5 ou 6, beirando.
E quanto aquela ânsia de querer agradar aos demais? Ela mandou pra puta que pariu! Isso mesmo, pra puta que pariu!
Não queria mais mesmo ter de pensar nos outros, queria pensar nela, na sua vida, no seu momento. Ela podia ser feliz, ela era feliz. Apenas não sabia.

Live Forever

Leveza. Bonita, jovem, sedutora, delicada. Dura, difícil, árdua. Equilíbrio, dia-a-dia. Vida.
Liberdade. Beleza incontestável.

Yellow

Estava tudo arrumadinho. Tudo em perfeita ordem, tudo em seu devido lugar. Porém, alguma coisa a pertubava, a tirava do sério, a deixava inquieta.
Queria gritar, sumir, chorar. Mas, não podia fazer isso. Então ficava quieta, calada, visível.
Foi pra varanda. Queria ver a lua, queria ver o quão quieta, calada e visível ela era, e o quão bonita e espetacular ela era. Mas, até a lua resolveu lhe dar as costas aquela noite. O céu estava escuro, fechado e triste, que nem a sua mente.
Querendo fugir de tudo acomodou-se em seu quarto. E já que o céu estava escuro, fechado e triste, imitou o escuro da noite apagando a luz de seu quarto e pôde, então, brilhar milhares de estrelinhas e uma lua. E talvez iluminar seus pensamentos. Mas a luz era muito fraca.
Ficou de pé, tentou tocá-las. Arracou uma e a pegou na mão. E aquela estrela de plástico brilhou em sua mão, e de perto parecia tão mais forte. E era tão linda, tão iluminada, tão falsa.
Mas ela a apertou. E quis senti-la, mesmo sendo falsa, mesmo…

Incógnita

A vida é grande, gelada, profunda e cheia de mistérios. E eu sou pequena, morna, rasa e cheia de perguntas sem respostas.

Voando, Vivendo.

Algo estava diferente hoje. Ela estava diferente.
Vai saber o que se passa nessa sua mente vivente de 17 anos de idade recém-conquistados.
Sonhos, muitos sonhos. Todos sabem disso, e o quão nítido isso é.
E ela flutua. Leve como uma pena, cai como em guloseimas em seus (des)prazeres.
Deixem-a. Ela só quer aprender a viver.
Normal, certo?!
Afinal, sua cabeça voa, voa, voa...

Ocultos Detalhes

Enquanto estava deitada, olhando pra aquele teto branco que nem a cor de sua pele de seda, reflitia sobre as curvas enganosas de sua vida. Tanto calor naquele dia, e ela se perdia em meio aos pensamentos. Pensava, pensava, pensava, queria e ao mesmo tempo não queria chegar a uma tal conclusão. Era complicado, pois não se dá pra tirar conclusões agora. Apesar de ela gostar bastante de uma conclusão precipitada, de um certo perigo, achava excitante, sempre dizia isso. Mas naquele momento não dava mesmo, afinal era sua vida e seus aprendizados. Pensava, pensava, pensava e decidiu levantar. Pegou um cigarro e um copo de whisky. Passou um batom vermelho, colocou uma roupa provocante e juntamente com aquele calor da tarde dançou loucamente na frente do espelho. Queria sentir que era desejável, queria poder sentir que ela possuía um certo quê de sedução. Nada, nenhuma conclusão lhe veio à cabeça. Sentou, e voltou a pensar. Pensava, pensava, pensava. E, enquanto isso, olhava-se no espelho. Tão …

A questão é... (Viver)

Andas devagar, observas atentamente, escutas aguçadamente, engoles arduamente. Ergues à cabeça e segue em frente. Por quê e pra quê parar? Não faz sentido. Segues, corres, morres. E num certo momento, ressucitas. Sim, ressucitas.
Embora muito machucada, não perdestes a vontade de viver. É tão imensa e tão bonita e devastadora. Querias ter um bom motivo pra explicar esta vida, né?! Por quê? Pra quê? Não faz sentido, meu bem. E revives. Floresce. Tão bela, tão linda. Foi uma queda ou um aprendizado? Você não sabe ou não quer responder. Por quê? Pra quê? A questão é que estás vivendo, minha querida. Segues, agora. Sem mágoas, com uma vida inteira e imensa. É grande, minha linda. Maior do que teus sonhos, pode acreditar.

Resta Apenas...

Final do ano se aproxima, e normalmente você recorda muitas coisas de seu cotidiano.
Este ano não foi dos piores, mas também não foi dos melhores. Em suas particularidades enormes e características distintas, o ano se passa, como uma velha chuva de verão. Repentina, passageira e extremamente forte. Marcante, podemos dizer assim.
E você tenta se agarrar aos pequenos detalhes, e você tenta resgatar aquelas coisas que, embora tenham sido desnecessárias ou que te magoaram, você quer relembrar pra saber que aprendeu.
É complicado, embora seja uma sensação gostosa.
É complicado porque você sabe que muitas pessoas nas quais você está acostumada, está indo pra longe de você. E prometem, juram não perder o contanto.
Mas, com o passar do tempo restam apenas lembranças.
Lembranças e dois ou três amigos mesmo pra relembrar junto com você, como foi bom todos aqueles anos, como foi dura a aprendizagem e o caminho que ambos seguiram.
E você chora, e você sorri, e você sabe que vale a pena separar, que é go…

Nada mudou.

Rio de Janeiro, xx/xx/xxxx.

Sentei.
Juro que doía tanto quando você me olhava e falava comigo. Não conseguia compreender. Não havia ferida alguma, mas eu sangrava de um jeito jamais visto. Cuida de mim?
Embora eu queira ficar somente comigo mesma.
Compreenda, nada com você, é apenas comigo.
Mas volte, haverá sempre espaço pra você dentro de mim e da minha alma.
Sempre.
Meu amor por você continua o mesmo, do mesmo tamanho e de uma eternidade incrível. E a tendência é aumentar.
Por isso, não se afaste.

PS: Te amo sempre.

Tic Tac...Boom!

Se a Terra é redonda ela gira, certo? E por quê sinto que as horas não passam?
Por mais que eu tente me consolar que está acabando, que falta pouco e que não terei mais de aguentar certas tolices, o tempo faz questão de se arrastar lentamente pra mim. Isso pode ser aplicado em tudo.
A paciência é uma virtude que poucos possuem. Garanto-os, eu a possuía. Nossa, possuía em demasia. Mas esse ano me fez gastar todos os sacos de paciência que existiam dentro de mim, e juro que o tempo agora corre como se fosse numa bomba relógio que está prestes a explodir. Quanto mais você trabalha, mais o tempo voa. Ou pelo menos deveria ser assim.
Queria aplicá-la, ter mais jogo de cintura, pois a vida anda cobrando tanto de todo mundo. Mas, muitas vezes parece que as coisas correm contra nós e era o que deveria nos favorecer.
Creio que sou uma bomba-relógio, e andam mexendo nos meus fios de cores vermelho, verde e azul. Qualquer mexida errada, irá gerar uma explosão enorme. E já têm pessoas marcadas, inf…

No Limiar da Eternidade.

Vicent Van Gogh disse: Quero fazer desenhos que emocione algumas pessoas. Ele expressava suas emoções através de suas pinturas. O que será que ele quis expressar ao pintar este homem com as mãos no rosto. Tristeza? Dor? Solidão? Raiva? Desencanto? Desilusão? Mágoa? Não sei, somente Van Gogh poderia nos explicar. Momentos de reflexão temos sempre de ter, principalmente numa certa etapa de nossas vidas. Fica aqui então, uma pintura de Vicent Van Gogh, e um quê de reflexão. O que você sente neste momento?

Que livro é você?

"A paixão segundo GH", de Clarice Lispector

Você é daqueles sujeitos profundos. Não que se acham profundos – profundos mesmo. Devido às maquinações constantes da sua cabecinha, ao longo do tempo você acumulou milhões de questionamentos. Hoje, em segundos, você é capaz de reconsiderar toda a sua existência. A visão de um objeto ou uma fala inocente de alguém às vezes desencadeiam viagens dilacerantes aos cantos mais obscuros de sua alma. Em geral, essa tendência introspectiva não faz de você uma pessoa fácil de se conviver. Aliás, você desperta até medo em algumas pessoas. Outras simplesmente não o conseguem entender.
Assim é também "A paixão segundo GH", obra-prima de Clarice Lispector amada-idolatrada por leitores intelectuais e existencialistas, mas, sejamos sinceros, que assusta a maioria. Essa possível repulsa, porém, nunca anulará um milésimo de sua força literária. O mesmo vale para você: agrada a poucos, mas tem uma força única.

-

"Antologia poética", …

Constante Metamorfose.

"A natureza leva milhões de anos pra modificar uma coisinha. E leva um segundo pra modificar uma vida."

Sou muito de observar, principalmente quando viajo. Me ponho na janela do carro e reparo nas mudanças mundanas e como a vida é uma metamorfose ambulante.
Tantas pernas cruzam aquele sinal, tantas outras entram naquela barca e algumas outras pegam um ônibus e segue seu roteiro.
Muitas vezes, sem que perceba, tudo muda. E nessa correria, quem repara?
Quem para pra reparar naquela onda meio quebrada, cansada, que o mar leva até a areia?
Quem para pra reparar naquele rio, naquele mar, que escureceu conforme o tom das nuvens, que depois de um tempo se põem a chorar?
Quem para pra reparar naquelas estradas e como elas ficam doloridas por carregarem milhões de ônibus, milhares de pernas, milhares de estórias?
A vida é tão corrida que nem paramos pra reparar no que verdadeiramente importa pra nós. E nos colocamos sempre a frente de tudo e todos, como se fôssemos a primeira e a última p…

Ácido amor.

Acontece que cada lágrima que derramo por ti é ácida. E ácido acaba corroendo.
Porém, as seco depressa e tento contê-las para que não as cheguem em meu coração.
Posso acabar derramando lágrimas ácidas, mas meu amor por você não corrói.
O que fazer? Não sei.
Talvez esteja jurada a morrer de amores por ti.
E eu, ah eu, odiava essa dependêcia-amorosa. Mas, fazer o quê, o nosso maior temor é o nosso maior vício. Você é o meu maior vício.

All You Need Is Love

Love, love, love
Love, love, love
Love is all you need.

Dias (In)úteis.

Talvez se eu não te amasse de verdade, cansaria de te esperar e correria pros braços e abraços de um outro alguém.
Mas, fazer o quê?
Eu te amo muito e de tanta verdade que não sei dizer. E te espero, te espero sentada, queimando este cigarro que, se falasse, contaria todas as histórias de nós dois aos quatro ventos. Tantas e tantas histórias entre as cinzas e a ponta do cigarro. Entre minha mente e meu coração, sua alma e seu coração.
Vamos lá, o cigarro está acabando. E estou a te esperar. Só o meu amor por você e essas lembranças que não acabam.
Não demore.
Minha flor, meu bebê.

Ao final, o amor prevalecerá.

Há quem diga que os amores estão acabados, que isso é piega e não vale a pena se entregar.
Há quem acredite que a vida está muito boa, vivendo-se assim, sozinha.
Porém, há quem acredite que ao final de tudo, o amor prevalece.


L'amour brûle toujours vives au sein de chacun de nous. Asleep. (Foto por Albert Eisenstaedt: Marinheiro e Enfermeira, final da Segunda Guerra Mundial.)

Look at inside.

Sem pieguice e falso moralismo.

Meditação

O sorriso, o amor e a flor.
Sonhos.

Tão Sua

Me agarro à você e me apego.
Me apego ao teu cheiro, me apego ao teu jeito, ao teu gestos, aos teus beijos.
Beijos no ombro, no olho, no nariz, na boca.
Gestos pequenos, grandes, essenciais.
Cheiro inesquecível, jeito inconfundível.
Estou acostumada a você, a nós. Aos nossos vicios, manias, risos, bobeiras.
Sinto-me cada vez mais necessitada disso, como se fosse uma droga da qual a abstinência se tornou fatal.
Não fuja, permaneça.
Permaneça por quanto tempo você quiser, por quanto tempo achar necessário. Se o pra sempre não existir pra você, faremos uma forcinha e juntos construíremos o nosso "Pra Sempre."

Meu Bem-Querer

Meu bem querer
É segredo, é sagrado
Está sacramentado
Em meu coração
Meu bem querer
Tem um quê de pecado
Acariciado pela emoção

Meu bem querer
Meu encanto, Estou sofrendo tanto
Amor, e o que é sofrer?
Pra mim que estou
Jurado de morrer de amor.
(Djavan)

Último Romance

"Eu estarei sempre aqui e eu prometo fazer você a garota mais feliz do mundo. Eu te amo muito."

Wonderwall

E quando tenho meus medos, é você quem eu procuro. E quando as lágrimas descerem, eu tenho certeza que você estará lá para secá-las.
Não me deixe, eu digo. Por favor.
Hoje em dia, o seu amor é essencial na minha vida. Você é essencial na minha vida. Quem poderia prever algo assim?

Eu te amo.

"Because maybe
You're gonna be the one that saves me
And after all
You're my wonderwall
(...)"
Oasis - Wonderwall

Amigo é coisa pra se guardar...

Se não bastasse agora inventaram o dia do amigo. O comércio se aproveita disso pra lucrar, outros aproveitam pra lembrar que existem amigos e outros pra desejar feliz dia do amigo ao cachorro.

Bem, eu já não sou desse tipo. Eu não quero e nem vejo porquê ficar celebrando a amizade somente hoje. Ela é pra ser celebrada todo santo dia, ao lado de quem merece, é claro.

Disse a uma amiga minha hoje que eu não precisava desse dia em especial pra dizer o quanto a amava e o quanto ela era essencial em minha vida.

A uma outra amiga disse que esperava contar com ela por minha vida inteira, pois já estou há 6 anos com ela. E quem me atura há seis anos merece um prêmio nobel da paz e de coragem. Rs.

A alguns outros amigos dei meus votos sinceros e espero contar com eles, pois eles podem contar comigo.

Amizade, amigo, sempre vi como um laço muito forte de afeto existente entre dois seres ou num grupo inteiro, um laço que com o passar do tempo vai ficando cada vez mais forte e concreto.

Tenho amigos for…

Hibernando

O que dizer dos dias que se passam? Extremamente chatos. Numa chatice incompreensível.
Passei a ler Feliz Ano Velho, do Marcelo Rubens Paiva. Ótimo livro, eu recomendo.
E fico naquela de sala-quarto-cozinha. Pelo menos estou fazendo o sangue circular nas pernas, né?!
Outra diversão garantida é minha paixão, Friends. Altamente patriota, do tipo "I Love New York", mas eu adoro eles.
Mas, quando tento vê outra coisa, não aguento mais "Bruno, Bruno, Bruno". Antigamente era "Copa, Copa, Brasil hexacampeão mundial" Ai acabou-se a copa, a fama de 15 minutos do polvo acabou, vamos dá ala ao mais novo assassino e aquele que está dando mais pontos de audiência a televisão brasileira, Bruno, ex goleiro do Flamengo. Ai Jesus!
E o melhor de tudo neste caso é o tanto de gente que está aproveitando pra aparecer. É pior do que o polvo vidente. Puta Que O Pariu!
Esses são os dias mais chato de minha vida! Férias antigamente era mais legal, mais divertida. Mas, tá foda.. Vou met…

Fora de Mim

Tão gostoso o prazer da tua companhia que fica quase impossível descrevê-la em palavras.
As atitudes sempre foram minhas preferidas e continuam sendo. E são suas atitudes que fazem sua companhia indispensável.
Um riso e nossas mãos entrelaçadas. Enquanto, seus outros cinco dedos percorrem meus cabelos e logo acariciam meu rosto. E que carinho!
Aquele ao qual faço questão de me render, aquele que me pegou e me faz feliz.
Um beijo e suas mãos acariciam minhas costas agora. Enquanto o Cazuza cantava "Todo Amor Que Hover Nesta Vida", seu beijo me levava a uma outra dimensão que jamais poderá ser definida.
Me tenha, me aqueça. Faz frio. Me abrace, me beije. Quero te sentir.
Um bem amado, um bem amigo.
Um bem totalmente sem dimensão.
Enquanto eu estiver rendida nos teus braços não muito fortes, eu estarei protegida e aquecida com o bem do teu amor.
Isso é totalmente incomparável a qualquer coisa desse Mundo.
Obrigada por me abduzir.
Te amo.

Eterno Aprendiz.

Hoje acordei como se tudo tivesse diferente. E estava diferente, pelo menos em mim. Não era um dia qualquer, era meu aniversário.
Fui olhar no espelho e me questionei: O que posso colher?
Vi que existem marcas. Marcas no meu olhar, marcas no meu sorriso, marcas de uma vida que venho trilhando e que hoje me fez lembrar que não é em vão.
Não é em vão porque me torno um aprendiz. Sim, um aprendiz eterno. Quem disse que a vida para só por que é meu aniversário? Que nada! Ela continua, continua... E me faz aprender cada dia um pouco mais.
Imagina se eu contasse as minhas histórias hoje em dia? Não seria legal, não sei tudo que se deve saber pra escrever um livro. Se eu começasse hoje, daria só umas três páginas suadas do tanto que eu aprendi. E não aprendi sozinho.
Devo aquelas pessoas que me fizeram e me fazem bem, espero poder contar com vocês por um bom tempo pra acrescentar rugas de sorrisos no meu rosto. E aquelas pessoas que me fizeram mal, não as odeio, pelo contrário, as agradeço. Obrig…

Aos sonhadores de plantão.

Hoje seria apenas mais um dia normal, mas algo estranho aconteceu hoje. Bem, não é todo dia que chegam pra você e lhe falam com sinceridade tantas coisas que você não quer, não aceita que é verdade e acaba por destruir seus sonhos. Mas, falaram. Falaram-me sem dó nem piedade, falaram-me que eu era isso, isso e aquilo. É, devo ser um monstro. Deveria passar a ouvir mais as pessoas, deve fazer bem. Mas será mesmo que faz bem?
Quantas e quantas pessoas vivem de conselhos alheios e se dão tão mal na vida. Conselhos, críticas, sejam elas construtivas ou destrutivas, não as aceito, guarde-as pra você. Melhor, diga-as pra você. Enxergue um palmo a frente do nariz e talvez possamos falar de algo que seja de nosso mútuo interesse.
Quantas e quantas pessoas, sejam elas anônimas ou famosas, viveram de críticas quase uma vida inteira por tentar desvendar soluções para um cotidiano simples que muitas pessoas fazem questão de complicar, tentavam e tentavam, e os segundos, terceiros, a sociedade presa…

Abraçando a Loucura.

Posso dizer que hoje me sinto mais viva, meio que completa também.
Não que eu tenha passado num vestibular ou tenha sido feliz na carreira que escolhi. Pois estou longe e cada vez mais perto de realizar tais sonhos.
Sinto-me feliz por está amando. Sim, amando.
Difícil de acreditar, né. Pois é.
Hoje em dia o mundo está tão, tão estranho, que recorro a antigas décadas e tento pregar que hoje em dia é capaz sim amar e ser amado.
Basta acreditar. Com um mínimo de crença você move estruturas.
E essa crença começa dentro de você.

Relicário

Corra e tente pegar os pedaços que estão a cair pelo chão. Não desanime, pois ainda estou de pé, esperando você me remontar.
Por mais que sejam pequenos, são necessários. Você é necessário em mim.
Partes pequenas ou grandes fazem parte de minha história, por mais que as vezes relembrar tais fatos machuque a nós. Foram as minhas lições, nossas lições.
Não se machuque ao tentar recolher esses pedaços, pois ando recolhendo os seus pedaços também. Não percebes? Tento juntá-los num só e fazer a nossa história.
Minha e sua apenas, sem tais fatos que nos machucam tanto e fazem nos despedaçarmos todas as vezes que, infelizmente, tentamos coloca-los em questão.
Não me leve a mal, não se leve a mal, infelizmente é necessário colocá-los em questão para tentarmos nos entender.
A maior arma é a paciência, e ela é necessária em todas as partes de nossa vida.
Obrigada pela sua paciência, desculpa minha impaciência.
Eu amo você.

"Para viver a dois, antes, é necessário ser um." (Fernando Pessoa)

Permita-se

Existem pessoas que vivem em mundos fechados, não permitindo-se a experiências de vida que, acho eu, essenciais para ela. Mas, por quê uma visão tão fechada de mundo? Não se permita viver em um mundo só seu. Claro que, privacidade é tudo e a prezo demais, mas experiências e ver um pouco a vida de fora, de cima, de lado, ou até mesmo olhando pra trás é importante. E é importante porquê são com os erros passados, recentes, e até mesmo com o que estarão por vir que aprendemos por conta própria como ser nós mesmo. Creio que construção de qualquer coisa em nossa vida, as experiências são aquelas que mais contribuem. Liberte-se, permita-se, veja o mundo de outra maneira.

Ter ou Não Ter? Eis a Questão.

Caráter: Os traços psicológicos, as qualidades, o modo de ser, sentir e agir de um indivíduo, um grupo, um povo. Firmeza de atitudes.


Infelizmente, no mundo ou até mesmo no nosso cotidiano, existe tanta gente sem caráter. Sem personalidade própria. E o que resta para aquelas pessoas que são dotadas desta característica é sentir pena, um dos sentimentos mais medíocres que ter por outrem. É triste, eu sei, mas o que seria possível para se conseguir caráter? Acho que não muita coisa. É só analisar o seu cotidiano, que as pequenas coisas, as menores possíveis, construirão o seu caráter.

Do Contra.

Você já se sentiu indo contra uma multidão furiosa, sozinha, apenas você e suas ideologias?
Eu me sinto assim quase o tempo todo.
Você já se sentiu odiada pela maioria avassaladora, já sentiu aquele tipo de olhar que quer te fuzilar por você contradizer tudo o que pensam, que sentem, que acreditam que possa ser verdade?
Na verdade, isso não é nada ruim. Pelo menos dentro de mim. Me sinto satisfeita por ser, talvez, odiada. Me sinto feliz por ser diferente, ter uma opinião diferente e gostar de coisas diferentes da juventude de hoje em dia. Pra mim, é muito prazeroso.
Enquanto puder e enquanto não conseguirem me calar, estarei por aí... Sendo do contra, sim!
Com prazer em expressar minha opinião, em debater e em ser mal vista pelo cotidiano cego e estúpido que me cerca.

Cadê?

Ultimamente ando tão cansada de tudo e de todos. Do mundo, dos meus amigos, da escola, e muitas vezes até de mim. O Mundo já não apresenta uma pequena graça se quer, a única coisa que ele anda apresentando são desgraças.
Olho pr'um lado vejo inveja, mentira, falsidade. Olho pro outro vejo vidas sendo jogadas fora por coisas tão pequenas, que chega a me dá pena. E sempre soube que pena é o sentimento mais medíocre que uma pessoa possa ter pela outra.
Não cobro, não exijo e nem ando pedindo muito do Mundo.
Acho que o que ele teve para nos oferecer, ele pôde e ofereceu, mas pegamos demais. E agora, ele está querendo tudo de volta, mesmo que seja à força.
Não está apresentando sentindo nenhum meu texto. Mas, o que faz sentindo hoje em dia pra você?
Pra mim, nada mais tem sentido.

Nada Tão Tudo.

Enquanto ela é engolida por suas ambições, assiste pessoas do seu cotidiano levando a mesma vidinha medíocre de sempre. Levanta a cabeça e segue em frente. E quando é questionada...
- O que você tem hoje?
-Nada - Ela responde.
Mas, o nada era tão tudo, e ela não conseguia colocar pra fora.
Vai saber o que se passa pela cabeça dela nesse momento.

Viver a Vida

Estava eu sentada, vendo aquela novela global "Viver a Vida", quando me passou o José Mayer, e pensei: "Nossa, como o cara chega aos 50 e continua o garanhão da novela?". Grande sacanagem, devem imaginar aqueles que não têm mais vida sexual ativa e lamentam ter de ver o Zé Mayer em rede nacional fazendo filho no elenco inteiro da novela. Bem clichê, também. Mas, tudo bem. Por mim, quero mais que erradiquem os homens do tipo "Zé Mayer" do mundo, assim as mulheres viveriam mais tranquilas.
De repente, me passa Búzios, e lembro de Arraial do Cabo. Nossa que saudade daquele vento marítimo no rosto, nem sentia o calor lá. Em compensação aqui, nossa, três banhos por dia é pouco. Já tinha até me esquecido como era viver aqui. Rs. Por mim, moraria em Arraial do Cabo, mas os mosquitos teriam de ir embora, ou eu ou eles. Se tem uma coisa que aprendi é não dividir o meu espaço com mosquitos.
Aí me passa aquela tal de Renatinha, que garota sortuda! Antes era aquele gêm…

Ai Se Sêsse

Se um dia nois se gostasse Se um dia nois se queresse Se nois dois se empareasse Se juntim nois dois vivesse Se juntim nois dois morasse Se juntim nois dois drumisse Se juntim nois dois morresse Se pro céu nois assubisse Mas porém acontecesse de São Pedro não abrissea porta do céu e fosse te dizer qualquer tulice E se eu me arriminasse E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse E a minha faca puxasse E o bucho do céu furasse Tarvês que nois dois ficasse Tarvês que nois dois caisse E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse. Zé da Luz, Pernambuco.

Invasão.

Me invadiu, tomou conta do meu ser. Sem licenças, sem pedidos. Simplesmente, chegou. E ficou, e permaneceu, e cresceu. Cresceu de uma forma tão absurda, que não sei como descrever. Palavras me fogem no momento, prefiro apenas sentir. Sentir como nunca senti antes, sentir o que pode ser único na sua vida. Se agarrar aos momentos, aos detalhes, aos nossos detalhes. Por quê não amar? Amar como antes, como nunca. Porque te sentir do lado esquerdo do meu peito é a melhor sensação que já tive.